CRÍTICA | Shazam!

Shazam! é engraçado, essencialmente original e brinca em sua sutileza. O filme mais divertido do ano!



Título Original: Shazam!
Lançamento: 04 de abril de 2019
Gênero: Aventura, Fantasia, Comédia.
Elenco Original: Zachary Levi, Mark Strong, Asher Angel, Jack Dylan Grazer, Grace Fulton.
Direção: David F. Sandberg
NOTA:

Atualmente, filmes de super-heróis estão em alta no mundo inteiro desde que a Marvel Studios começou seu legado com a franquia de maior sucesso nos cinemas atualmente. A DC Comics, por outro lado, esteve presente na indústria cinematográfica durante algumas décadas, mesmo que timidamente. Depois de alguns deslizes com produções duramente criticadas e filmes que não superaram suas expectativas de público, os estúdios da Warner Bros. parecem finalmente estar se elevando para a aclamação na franquia dos heróis dos quadrinhos da DC. Isso porque filmes como Mulher-Maravilha e Aquaman se tornaram grande sucesso de crítica e público, parecendo trilhar os mesmos caminhos dos Vingadores da considerada "concorrente". Em Shazam!, porém, a ideia de "filme de super-herói" parece tentar ir muito mais além.

O filme acompanha o garoto órfão rebelde de 14 anos Billy Batson (Asher Angel), que após ser acolhido em um lar de crianças órfãs, acaba sendo escolhido por um antigo mago para receber os seus poderes e manter a paz no universo. Contando com a possibilidade de se transformar em um super-herói adulto (Zachary Levi) quando pronuncia a palavra Shazam, Billy começa a testar suas habilidades como um ser poderoso, enquanto mostra ao público o que uma criança faria se recebesse esses dons. Ao mesmo tempo, o Dr. Thaddeus Sivana (Mark Strong), com a ajuda das criaturas que incorporam os sete pecados capitais, planeja tomar o dom de Shazam e mostrar ao mundo que é digno de reconhecimento.

Ainda que aparente trazer uma história comum, a nova produção da DC encontra em sua narrativa nostálgica muito bem construída e no elenco a sua maior virtude. O tom refrescante, aventuresco e por vezes caricato de Shazam! remete à clássicos dos anos 80, quando diretores como Steven Spielberg divertiam e encantavam públicos de todas as idades. A direção de David F. Sandberg, que comandou bons filmes de terror como "Quando as Luzes se Apagam" e "Annabelle: A Criação do Mal", é firme e consegue criar uma atmosfera leve e divertida e insere profundidade em seus personagens - feito alcançado também pelo competente roteirista Henry Gayden, que apresenta seus personagens de forma com que se aproximem do público e consegue situar muito bem a sua história. O ponto forte de Sandberg foi não se deixar atrair pela fórmula já batida de filmes do gênero e conseguir entregar uma aventura despretensiosa, mostrando originalidade, bom entendimento do material original e trazendo elementos de seus filmes anteriores (a mitologia dos sete pecados capitais rendem cenas assustadoramente marcantes - sem perder o lado lúdico da produção, claro). Aqui não há necessidade de se mostrar heroísmo ou cenas épicas. Busca-se apenas a essência do que significa ser um super-herói aos olhos de uma criança e narra o lado divertido dessa questão.

A escalação de Zachary Levi para o papel protagonista foi uma das decisões mais acertadas da franquia. O ator é carismático, dosa bem o humor, parece realmente conhecer o coração e a jovialidade do personagem e não se deixar parecer caricato. É notável também a química entre ele e o elenco mirim. Esta que traz mais um ponto muito positivo para o filme. Asher Angel, que interpreta Barry Batson em sua idade original, se conecta muito bem com Levi e ambos conseguem construir um personagem crível e dividem bem o tempo em tela. Por outro lado, Jack Dylan Grazer esbanja todo seu carisma e compete pelo protagonismo com uma atuação bem satisfatória, enquanto que Mark Strong traz à vida um vilão que se apaga no decorrer da trama. Todo o excelente elenco, afinal, é o responsável por manter o público interessado, acolhido e contente em se ver retratado no telão. Há uma certeira escolha de atores com nacionalidades e raças tão diversas, que é impossível não se ver representado e respeitado como pessoa.

Na parte técnica, Shazam! não deixa nada à desejar. Abusando de planos bem abertos, claros e na sutileza de seus contrastes, a fotografia de Maxime Alexandre (que fez um ótimo trabalho em "A Freira" e "Annabelle 2") é simples, mas funciona dentro do proposto. Tem cores vibrantes, brinca com a profundidade de espaço e os movimentos de câmera sutis deixam o espectador bem situado em cada momento da ação. A trilha sonora de Benjamin Wallfisch, que também já trabalhou com o diretor em suas produções anteriores, é boa, mas não memorável. As grandes cenas de ação (que são poucas, diante do que o filme propõe) são bem coreografadas e têm belíssimos efeitos especiais.

Afinal, em uma indústria saturada de filmes de super-heróis, o longa mostra-se original em sua essência e consegue, com um tom leve e divertido, trazer uma narrativa despretensiosa e profunda - colocando em pauta assuntos familiares, sociais e de autoconhecimento. Sendo adulto ou jovem, é impossível não se apaixonar pela história, que bebe muito da fonte dos clássicos oitentistas e atualiza o que há de melhor no gênero. Você nem vai perceber que se passaram mais de duas horas de projeção. Shazam! é o filme mais divertido do ano e o melhor dessa nova leva da DC Comics nos cinemas!


Ps.: Não deixe de procurar os inúmeros Easter Eggs, contando com a aparição de bonecos dos outros personagens da DC Comics e até da boneca Annabelle (do mesmo estúdio). E fique até o final da projeção: tem uma cena entre os créditos e uma pós-créditos.


Próxima
« Anterior
Anterior
Próximo »

POLÍTICA DE COMENTÁRIOS: O Cine 3D é um espaço público e coletivo. Todos os comentários e opiniões são muito bem vindos, mas para que tenhamos um ambiente agradável, precisamos respeitar os princípios básicos da boa convivência. Quaisquer comentários ofensivos, que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP, invasão de privacidade pessoal/familiar a qualquer pessoa, ou que não estejam de acordo com os assuntos tratados no site, serão excluídos e o autor dos mesmos estará sujeito a banimento. Caso você veja algum comentário ofensivo, que você acha que precisa ser eliminado, por favor, sinalize-o para os moderadores do site. Desde já agradecemos a sua colaboração! ConversionConversion EmoticonEmoticon